terça-feira, 19 de julho de 2011

Cristão Fanático? SOU SIM!

Hoje em dia o padrão "cristão convicto" que busca a santidade e os valores de Cristo acima de qualquer coisa e até as últimas consequências virou mesmo coisa de "fanático". Com tanta negociação de "cristãos" para agradar o sistema mundano, quando um cristão segue o padrão inverso ao que virou comum pra maioria, é o doido, o fanático, fundamentalista, extremista, NAZISTA, entre outros termos que eu ando ouvindo as tulhas de uns tempos pra cá.

Em vários países, ser cristão é sinônimo de "atestado de óbito". A perseguição nesses lugares é nua e crua, além de autorizada, levando irmãos nossos para prisões, julgamentos e mortes, as vezes até execuções sumárias, sem julgamento algum. No nosso país pseudolaico e pseudoliberal, em que "todos" têm direito à voz, o preconceito é velado. E talvez, acredito eu, por isso mesmo seja ainda mais difícil ser um cristão sério por aqui. Lá uma pessoa se torna cristã já sabendo que pode a qualquer momento ir pros braços do Pai antes do que esperava; aqui esse risco é talvez até nulo de isso acontecer (pelo menos até agora...), e com esse relaxamento nós as vezes relaxamos junto, ou seja, pra agradar amigos, pessoas, familiares, as vezes nos permitimos fazer coisas que contrariam nossa fé, ou passamos a concordar com convicções que não são as que vêm do Alto.

É bom deixar bem claro isso: Ou somos cristãos no significado pleno da palavra (similar a Cristo) ou não somos cristãos. Mesmo que desagrademos amigos, familiares, até "irmãos" da igreja, não importa, ser cristão é coisa séria. Ser "fanático" é melhor que ser JOIO. "Fanáticos" pro mundo e santos pra Deus é muito melhor que ser "legal" pro mundo e joio jogado no inferno por Deus! 

Postado originalmente em Destruíndo a Mentira.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...